p33-2

Gênese das Formas

A matemática era a ciência pela qual Da Vinci buscava a constatação das coisas, e, para ele, não existia nenhuma evidência na natureza à qual não se pudesse aplicá-la. Já dizia o mestre: “Que nenhum homem que não seja matemático leia os elementos de minha obra“.

Continue reading

p32

A Expressão do Espírito

Uma das características mais marcantes das pinturas de Leonardo Da Vinci são as expressões dos personagens de suas obras. A Monalisa, a mais famosa de todas, é conhecida pelo seu sorriso enigmático e pela expressão de seu olhar, que até hoje incita diversas interpretações no imaginário popular.

Continue reading

p31

O Coração de Da Vinci

Assim como o sol é capaz de emergir os fluidos vitais da Terra a partir da água que nutre a vegetação do solo e da seiva que nutre os tecidos das plantas, Da Vinci acreditava que o coração era o órgão responsável pelo calor e sustentação da vida no ser humano.

Continue reading

p30

O Olho e a Aparência das Coisas

O globo ocular é o instrumento óptico mais avançado de que se tem conhecimento. Em uma câmera de aproximadamente 25 milímetros de diâmetro, ele capta as mais sutis variações de luz e cor, além de focar objetos com incrível rapidez e ter uma capacidade distinta de processar imagens em três dimensões.

Continue reading

p28

Gran Cavallo

Em meados de 1482, Ludovico Sforza, então duque de Milão, propôs a Leonardo Da Vinci o desafio de construir um monumento equestre em homenagem a seu antecessor, Francesco Sforza.

Continue reading

p27

O Dilúvio

O dilúvio, assim como o retorno do messias, é um mito presente em diferentes culturas e que apresenta, sob a forma de uma narrativa, uma série de eventos que predizem um acontecimento épico que marca o início de uma nova era da humanidade.

Continue reading

p26

O Nascimento da Ciência

O primeiro contato que temos com a ciência é no momento em que nascemos. Ao abrirmos os olhos, todo aquele mundo idealizado no útero da mãe passa a ganhar contornos e a ter um significado pessoal. A partir deste momento, o corpo passa a ser nosso próprio laboratório, e cada experiência, uma nova descoberta.

Continue reading

p25

Ciência das Formas Vivas

“A natureza é tão abundante em suas variações que, entre árvores da mesma espécie, não seria encontrada uma que se parecesse totalmente com outra, e não só plantas como um todo, mas entre galhos, folhas e frutos não se encontrará um que seja exatamente como o outro.”

Continue reading

p24

A Terra Viva

Toda vida começa num sopro, impulso do primeiro movimento que desencadeia todos os processos necessários para sua criação e que se sustentam através de sucessivos ciclos desde o princípio até o fim.

Continue reading

Cartografia do Mundo

Alguma semelhança entre as imagens acima? Ímola, pequena cidade ao norte da Itália, fundada em 82A.C., já foi palco de grandes disputas por poder, e um dos paradeiros de Leonardo Da Vinci, que no inverno de 1502, aos cinquenta anos de idade, fez um mapa da cidade encomendado pelo então general Cesar Borgia.

Continue reading

p21

A Virgem dos Rochedos

A Virgem dos Rochedos é um conjunto de duas pinturas, de composições quase idênticas, pintadas por Leonardo Da Vinci e que estão atualmente expostas no Museu do Louvre em Paris e na National Gallery em Londres.

Continue reading

p19

Movimento Perpétuo

“Calor e frio causam o movimento dos elementos. Nenhum elemento tem, por si, peso ou leveza. O movimento origina-se do fato de que o que é mais fino não pode resistir nem suportar o que é mais denso.”

Continue reading

p17

Sensus Communis

O que faz o homem questionar-se a respeito das coisas? Para onde vão as ideias? De onde surgem os pensamentos? Essas foram algumas das perguntas que levaram Da Vinci a buscar o sensus communis, a sede do julgamento.

Continue reading

p15b

A Divina Proporção

A matemática era a ciência pela qual Da Vinci buscava a constatação das coisas, e para ele, não existia certeza na natureza à qual não se pudesse aplicá-la. Já dizia o mestre: “Que nenhum homem que não seja matemático leia os elementos de minha obra“.

Continue reading

p14

Substância Primordial

A água é um dos temas mais abordados nos manuscritos de Leonardo Da Vinci. Ele explora os comportamentos, movimentos e humores dessa fantástica substância, que como sabemos, é responsável por mais de 70% da composição elemental do corpo humano.

Continue reading

p12

Anunciação

Nesta obra que foi um dos primeiros trabalhos de Da Vinci, podemos ver a influência de seu mestre Verrochio na qualidade escultural das figuras assim como no comportamento dos personagens.

Continue reading

p10

O Batismo de Cristo

Quando falamos de Leonardo Da Vinci, não podemos esquecer que ele teve um mestre, Andrea del Verrochio, que o inciou na prática artística e lhe deu ferramentas para que pudesse expressar o que sentia.

Continue reading

03

Curiosità: Instigue sua curiosidade

Todo ser humano é curioso, quer dizer, filósofo por natureza. Quando nos perguntamos sobre algo, já estamos praticando filosofia. Já dizia Roger Bacon, filósofo inglês que dava ênfase ao empirismo, “Quando a curiosidade se satisfaz, o conhecimento deixa de evoluir“.

Continue reading

p02

Os 7 Princípios

Antes de começar a falar da obra de Leonardo Da Vinci, não podemos deixar de citar um dos maiores pesquisadores sobre o assunto, Michael Gelb. Sua obra “Aprenda a pensar como Leonardo Da Vinci” é fruto de anos de profunda pesquisa das obras do mestre renascentista. Particularmente, foi quem me instigou a querer saber mais sobre o assunto, e posso garantir, tem sido uma aventura e tanto.

Continue reading

p01

Leonardo Da Vinci

Discípulo da Experiência. Esse era Leonardo Da Vinci, considerado um dos maiores gênios que já se teve conhecimento. Além da pintura, possuia aptidões nas áreas de geometria, música, física, hidráulica, mecânica, arquitetura, botânica, engenharia militar, anatomia, gastronomia, para citar as principais.

Continue reading